Economizar energia: dicas para reduzir sua conta

A conta de luz tem pesado no orçamento da maioria das famílias brasileiras, mas com algumas simples atitudes é possível economizar bastante e garantir uma folga no orçamento doméstico.

Como economizar energia tem sido uma pauta muito debatida nos últimos tempos. Pois saiba que com um pouco de organização e algumas dicas simples é possível alcançar economias significativas. Isso permite investir em outras áreas da sua vida, como a sua casa própria, o futuro dos filhos ou aquela tão sonhada viagem. Tudo isso apenas cortando gastos desnecessários.

Sabendo todo o dinheiro que é possível poupar se a sua conta de luz chegar mais barata, preparamos este artigo cheio de dicas incríveis para te ajudar nesse processo. Confira!

Dicas para economizar energia

Nos últimos meses as famílias brasileiras têm sofrido com o aumento da conta de luz. Com a taxa extra, conhecida como bandeira vermelha, cada vez mais alta a solução é economizar energia. Para isso, algumas ações simples podem ser implementadas no dia a dia.

Aproveite a luz do dia

Sabemos que é preciso sempre apagar as luzes ao deixar um cômodo e que deixá-las acesas é um desperdício de eletricidade e dinheiro. Porém, essa dica vai muito além de manter as luzes apagadas. Isso porque, aproveitar a iluminação natural é a melhor maneira de economizar energia.

Desse modo, procure evitar a todo custo acender as luzes durante o dia. Para isso, utilize cortinas translúcidas, desse modo é possível manter a privacidade sem abrir mão da iluminação. O uso de vidros e de espelhos para refletir a luminosidade também é uma boa estratégia para economizar energia. Se sua casa passar por uma reforma, estude a possibilidade de instalar claraboias no teto de corredores ou escadas. Essas ações são muito eficientes para clarear o ambiente enquanto há incidência de raios solares.

Por último, mas não menos importante, é possível reposicionar seus móveis de modo a aproveitar o máximo de luz vinda das janelas. Essa é uma ótima estratégia para quem possui um home office e precisa de mais iluminação em escrivaninhas e mesas de leitura.

Adote cores claras

O uso de cores claras para ampliar o ambiente já é bastante conhecido, porém, essa não é a única utilidade desse recurso. Apesar de parecer um detalhe insignificante, a escolha das cores na decoração ajuda muito quando o assunto é economizar energia em casa. Pense bem, um ambiente com cores escuras pode causar a sensação de que é preciso acender a luz, mesmo em períodos diurnos.

Assim, aposte em tons claros, já que são capazes de deixar os espaços naturalmente mais iluminados, refletindo os raios solares. E lembre-se, essa dica pode ser incorporada tanto nas cores das paredes quanto para o revestimento dos pisos e demais decorações.

Use lâmpadas de LED

Após rearranjar sua decoração, o próximo passo pode ser trocar as suas lâmpadas comuns pelas de LED. Elas representam uma economia de energia significativa, além de ter uma vida útil muito maior. Por isso, na hora de preparar o seu projeto de iluminação dê adeus às luzes incandescentes e aproveite essas ferramentas que consomem pouca energia e possuem um ótimo custo-benefício.

Preste atenção ao seu banho

Na hora de economizar energia, é importante ficar atento ao seu banho. Isso porque o chuveiro pode representar até 20% do consumo de energia de uma casa. Por isso, a dica que mais ouvimos na hora de poupar energia é reduzir o tempo de banho. Além de banhos mais rápidos, regular a chave do chuveiro também é fundamental para economizar energia. Mantenha ela na posição “verão” o máximo possível, além de verificar a fiação do seu chuveiro. Se ela estiver em más condições, com remendos caseiros na resistência, por exemplo, é possível que o seu consumo de energia seja maior.

Tire os eletrônicos da tomada

Uma coisa comum na casa da maioria das pessoas é deixar vários aparelhos plugados na tomada, mesmo que não estejam ligados. Pois saiba que mesmo em modo stand by esses equipamentos estão consumindo energia e podem gerar um gasto significativo no final do mês. Aquela simples luz acesa pode ser o sinal de que sua conta virá mais alta no final do mês. Assim, ligue os aparelhos na tomada apenas quando for utilizá-los.

Cuidado com a geladeira

Outro eletrodoméstico que pode representar um consumo significativo de eletricidade é a geladeira. Alguns estudos afirmam que esse aparelho pode representar até 30% do consumo de energia de uma família. Mas não caia na cilada de desligá-la durante a noite – a energia gasta para resfriá-la novamente será enorme.

A dica aqui é garantir a diminuição da troca de calor na geladeira. Isso porque, basicamente, a maior parte da eletricidade consumida pela geladeira é para diminuir a entrada de calor em seu interior. Nessa mesma linha de raciocínio, quanto menos você abre e fecha a porta, menos energia ela gasta. Além disso, é importante conferir se as borrachas de vedação estão em bom estado, já que elas são as responsáveis por isolar a troca de calor entre o exterior e o interior do eletrodoméstico.

Ademais, mantenha sua geladeira longe de fontes externas de calor como o forno ou o sol e evite guardar alimentos quentes lá dentro. Também é bom conferir se o eletrodoméstico não está muito próximo da parede, pois essa proximidade pode superaquecer o seu motor. O ideal é deixar um espaço de 10 a 15 centímetros entre a traseira e a parede.

Reduza o uso do ferro de passar

O ferro elétrico está longe de ser um dos vilões de consumo em uma casa. Contudo, o seu uso constante pode representar o aumento da sua conta de luz. Por isso, tente reduzir o uso desse aparelho no seu dia a dia com algumas ações:

  • Pendure as roupas bem esticadas no varal para que fiquem menos amarrotadas e deem menos trabalho para passar;
  •  Opte por tecidos que não precisam ser passados, como viscose e poliéster;
  • Deixe as roupas mais finas penduradas no banheiro, na hora do banho, para desamassá-las só com o vapor, sem o ferro;
  • Separe antes de ligar o ferro quais roupas serão passadas e quais já podem ser apenas dobradas e guardadas.

Verifique a fuga de energia

Essa situação não é muito comum, mas se você seguiu todas as dicas acima e ainda assim acredita que a sua conta de luz não reflete a realidade do seu gasto, pode ser uma boa ideia conferir se não há algum problema de escape na sua rede. Para isso, basta desligar e desplugar todos os aparelhos de casa, apagar todas as luzes e conferir o seu medidor de consumo junto ao registro. Se ele continuar girando é preciso contatar um eletricista e identificar como é possível acabar com esse desperdício.

Invista em um sistema de aquecimento solar

Buscar fontes de energia renováveis tem se tornado cada vez mais comum. A energia solar é uma tendência que veio para ficar e pode representar uma ótima maneira de economizar energia. A transformação da luz solar em eletricidade é feita de forma 100% limpa, não havendo emissão de poluentes ou representando qualquer impacto ambiental.

Caso esteja em seu orçamento instalar as placas de energia solar, esse pode ser um bom investimento que trará retornos significativos. Além disso, existem hoje empresas que trabalham com o repasse desse tipo de energia limpa, o que acaba resultando em uma economia no final do mês.

Economizar energia pode ser uma dinâmica familiar

Economizar energia é muito importante, principalmente em períodos de seca ou pouca chuva. Isso porque, nessas épocas do ano os reservatórios ficam abaixo do volume normal e taxas extras podem ser cobradas na sua fatura para garantir o abastecimento. Assim, tomar atitudes para garantir a economia é fundamental.

Para tornar esse processo de economia mais interessante para toda a família é possível organizar uma dinâmica de recompensas. Ou seja, se a conta de luz do próximo mês vier mais barata a família pode utilizar a diferença para uma noite de pizza, ou um passeio no parque. Vale de tudo para garantir a economia de energia. 

Anuncie no Portal Casa Mineira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *