Piso de taco: como dar manutenção e recuperar o chão

Você conhece o piso de taco? Esse revestimento muito comum em apartamentos mais antigos voltou à moda e tem se diversificado no mercado.

O piso de taco foi muito popular nas casas brasileiras entre os anos de 1950 e 1960. Por isso, o revestimento é muito encontrado em apartamentos mais antigos. Contudo, com a volta do rústico e vintage à decoração, a busca por esse tipo de piso tem se intensificado. Repaginados, os também conhecidos como “taquinhos” ganham espaço em áreas retrô, além de ganharem uma nova roupagem entre os decoradores.

Neste artigo você vai entender o que é o piso de taco, como utilizá-lo em diferentes decorações e até como dar uma nova cara a esse elemento. Confira!

O que é o piso de taco

O piso de taco nada mais é que um piso feito com madeira e tábuas maciças. Os tacos são feitos com o aproveitamento de madeiras que não tinham dimensões adequadas para virar assoalho. Suas dimensões normalmente são de 7 x 25cm, 7 x 42cm, e 10 x 40cm. Essas dimensões são fixas e as madeiras mais utilizadas hoje são: amêndola, ipê, jatobá, cumaru e perobinha.

Com a nova popularização do piso de taco a variedade no mercado aumentou. É possível encontrar tábuas de madeiras sustentáveis com certificado ou feitas com madeira de demolição. As novas técnicas também explicam o aumento da procura por esse tipo de piso. Isso porque, no passado havia a necessidade de aplicar camadas de sinteco ou de cera. Além disso, os descolamentos eram comuns e a manutenção da madeira era cara. Atualmente podemos encontrar novas opções de materiais. Ademais, para a instalação os tacos já chegam com resina de proteção e prontos para a obra.

Os pisos também se repaginaram. Para dar ares novos a sua casa é possível escolher entre cinco tipos diferentes de instalação: espinha-de-peixe, escama-de-peixe, dama, amarração e diagonal.

Como instalar piso de taco

Alguns fatores são importantes antes de se instalar um piso de taco. Isso porque é preciso que se tenha um contrapiso seco e bem nivelado. Esses cuidados vão impedir que o revestimento rache, empene ou estufe. A fixação das tábuas é feita com cola de alta resistência especial ou cola PVA. E lembre-se: quanto mais grossos os pisos de taco, maior a durabilidade. Além disso, uma espessura mais grossa permite maiores restaurações.

Piso de taco: vantagens e desvantagens

Os pisos de taco voltaram à moda e quanto a isso não há dúvidas. Contudo, é possível que as opiniões sobre esse revestimento divirjam. Por isso, é importante pesar os prós e contras antes de fazer a instalação na sua casa:

Vantagens

Estética

A estética é sem dúvida nenhuma umas das principais vantagens do piso de taco. Ele traz elegância e aconchego para os cômodos, além de remeter um ar retrô a qualquer decoração. As diferentes paginações dão versatilidade ao material, permitindo também dar ares modernos a ele. Ademais, as cores das madeiras também são diversas e podem causar diferentes impressões ao ambiente. Os pisos claros, por exemplo, ampliam o espaço.

Conforto

Os pisos de tacos oferecem não só um conforto visual, mas também térmico e acústico ao espaço. Isso porque, como qualquer outro piso de madeira, os tacos ajudam a manter a temperatura do ambiente inalterada e confortável, esquentando bem pouco no verão.

Além disso, os tacos, devido a sua estruturação absorvem bem os impactos e ruídos do ambiente. Ele então é uma ótima opção para quem deseja reduzir os barulhos em casa.

Durabilidade

Outra grande vantagem dos pisos de taco é a sua durabilidade. Desde que você garanta que o seu piso possui a qualidade padrão ABNT é possível que esse piso ultrapasse os 50 anos. Opte por peças maiores para facilitar as manutenções e estender esse tempo de vida.

Valorização do imóvel

A qualidade dos revestimentos são pontos fundamentais que possíveis compradores avaliam antes de fechar um contrato. Por isso é importante que o seu piso não tenha uma aparência muito antiga ou desgastada. Como o piso de taco é mais resistente é possível valorizar o seu imóvel apenas mantendo-o bem conservado. Além disso, esse tipo de piso voltou à moda e está em alta entre os jovens, aumentando a procura por apartamentos com este revestimento e valorizando-os.

Manutenção

Realizar a manutenção do piso de taco é algo muito fácil. Isso se reflete em revestimentos que duram anos sem dar dores de cabeça aos proprietários. Para garantir uma vida longa aos pisos de taco basta lixar ou raspar a superfície e aplicar o famoso “sinteco” ou verniz. Isso dá uma aparência de novo ao piso, diferente do que ocorre com pisos como porcelanato ou cerâmica que precisam ser substituídos.

Contudo, é sempre recomendado optar pela contratação de uma empresa especializada para realizar a raspagem e aplicação do verniz. Elas possuem técnicas e equipamentos que garantem uma raspagem sem pó e aplicam verniz de forma muito mais rápida. Além disso, é importante sempre checar se o piso já passou por mais de 3 restaurações. Caso isso tenha acontecido, é preciso trocar o piso por completo.

Desvantagens

Custo

Como dissemos, os pisos de taco são feitos de madeira maciça que costumam ter um custo maior que as cerâmicas e porcelanatos. Além disso, o tempo de instalação desse piso também é superior, o que pode aumentar o tempo de obra e o custo da mão trabalhadora. Contudo, a durabilidade do piso de taco é superior o que pode acabar trazendo um bom custo-benefício para o cliente.

Cuidados no dia a dia

Para garantir a durabilidade do piso de taco é preciso ter alguns cuidados no dia a dia. Isso porque estamos falando de um material que exige atenção para que não manche ou risque. Assim, morar em uma casa com pisos de taco exige colocar proteções nos móveis para impedir que risquem o chão.

Além disso, os produtos de limpeza aplicados precisam ser específicos. É preciso ter cuidado para não deixar cair água na superfície. Apesar da aplicação de verniz, dependendo da quantidade é possível que o piso acabe estragando. E mesmo com todos os cuidados, é praticamente impossível que um piso de madeira não arranhe com o tempo. Essa é uma informação importante que os clientes precisam compreender antes de optar pelo uso desse material.

Como repaginar e modernizar os pisos de tacos

Como dissemos, é possível sim pensar em novas paginações para o piso de taco. Muito utilizado em ambientes retrôs, esse revestimento também pode ser mesclado a elementos mais modernos. Uma estratégia que muitos arquitetos utilizam para modernizar os ambientes que contam com os pisos de tacos é o acabamento com rodapés altos, em torno de 15 e 20 cm na cor branca.

Além disso, diferente do que muitos imaginam, o piso de taco combina bastante com outros elementos. Então é possível fazer combinações de texturas e cores com os desenhos marcantes e variações de tons desse piso. O uso das paredes de tijolos, por exemplo, é uma ótima combinação.

As opções são diversas quando pensamos em decorar um apartamento com piso de taco. Por isso, caso opte por comprar um apartamento antigo é possível desfrutar deste excelente material e de um ambiente amplo, já que essas construções costumam ser maiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *